Me perguntaram qual o segredo de um bom programa de TV local, sem recursos de uma atração nacional e verbas milionárias. Não precisei pensar muito para perceber que, a resposta certa, sem dúvida, é uma boa produção. Se o programa tem uma equipe de produção boa, no sentido da palavra, a atração se desenvolve bem. Boa, é diferente de uma produção ruim. Mas o que poderia ser uma produção ruim? A que se acomoda. A que desiste, sem nem perceber, de dar um pouco de vida a atração pra qual trabalha. Uma pequena movimentação na produção de um programa, pode fazer toda a diferença, como falamos em outra postagem, dia desses. O "Levanta Poeira", por exemplo, ganhou novo produtor e, junto, ganhou mais vida. A reação da atração foi notável e imediata. No "Cidade 190", um produtor e editor consegue dar a algumas matérias um toque de produção nacional, com agilidade e qualidade. No programa "Ênio Carlos", a mudança nos bastidores não alterou ainda o conteúdo do programa. Mas, ainda é cedo. As novidades aparecem devagar e sutilmente, dando a entender, para quem conhece TV, que algo não está exatamente como antes. É esperar os próximos domingos, para sentir se algo muda. Uma produção que faz a diferença, é a do Clube do Brega, não satisfeita com a normalidade, e pró-ativa. Na TV Jangadeiro, percebo a existência de uma das melhores produções locais, no Gente na TV. O exercício diário e contínuo de pautas diferenciadas, parece ser um alimento para que a coisa ande. Por lá, consigo visualizar uma preocupação de não tornar o programa diário, em mais um produto simples e cansativo do dia à dia na TV local. 


Sendo assim, chegamos a conclusão que, o segredo para um programa acontecer, de fato, é a produção. Tem muitos apresentadores e apresentadoras bons, sem desenvolver seu melhor lado, devido a falta de "feeling" de alguns produtores. Sem essa sensibilidade, essa emoção a flor da pele, fica um pouco complicado para os apresentadores, que não estão do lado de cá do vídeo, perceberem isso. Então, invistam em produção, pois é nos bastidores que o ouro se esconde!


Essa é a minha opinião: @AllissonMidia

O programa Clube do Brega, da TV Diário, ganhou uma bela homenagem, na Câmara dos Vereadores de Fortaleza. O requerimento, foi aprovado com unanimidade, e a atração foi aplaudida por todos que compareceram ao evento. 



O Clube do Brega, completa 7 anos de existência na TV, sendo um dos programas da TV Diário, mais vistos e lembrados pelo telespectador,d e forma espontânea, de acordo com Silvino Neves, seu apresentador. O programa migrou do rádio, onde já está no ar, desde antes de ir para a telinha, para a TV. O Clube do Brega, tem a produção de Leábem Monteiro e direção de Helena Vilar.


Clube do Brega vai ao ar, nas noites de quinta, às 20h e você, fora do Ceará, pode assistir online, pela página da TV Diário, no Facebook, clicando aqui: TV Diário On line.

@AllissonMidia

Reginaldo Aguiar confirma sua saída da TV Jangadeiro, noticiada em primeira mão por nosso blog. Veja suas palavras, no seu perfil, no Facebook: 


"Em respeito e carinho aos amigos, colegas, conhecidos e seguidores, informo que fui
desligado da TV Jangadeiro na última sexta-feira, 21/10. Obrigado pela força e torcida 
durante o tempo que estive no comando do Jornal Jangadeiro. A vida continua e é bela. Obrigado!"




O jornalista, vinha desempenhando um ótimo trabalho, na TV jangadeiro, não de hoje. Seu crescimento na emissora foi notável, e ele,se transformou no âncora do Jornal Jangadeiro após passagem por outras emissoras importantes, como a TV Verdes Mares.
Acreditamos que Reginaldo, estará o mais rápido possível, mostrando seu trabalho, muito bem desempenhado, em outra emissora. Acreditamos em seu talento e que o público não pode perdê-lo no vídeo. Desejamos boa sorte ao jovem profissional e esperamos, muito em breve, assistí-lo no comando de outro jornal, sem dúvida!




@AllissonMidia

Recebemos a informação que, ontem (21), durante a tarde, o jornalista Reginaldo Aguiar, da TV Jangadeiro, teria sido demitido. A informação foi passada por uma fonte segura, mas , apesar disso, preferimos não dar como certa, ainda, já que não conseguimos falar com ele. A notícia diz que ele foi chamado e demitido, sem motivo aparente. A redação foi comunicada e Reginaldo teria saído da emissora sem se despedir de ninguém. O Jornal Jangadeiro 1ª edição, fica sob o comando de Sabrina Lima e a 2ª edição, fica a cargo de Omar Jacob. Neste sábado (22), o Jornal Jangadeiro não irá ao ar, devido as transmissões do Teleton 2011. 


Reginaldo Aguiar comanda o Jornal Jangadeiro 1ª edição, de segunda à sexta, às 13h45. O jornal, é responsável por ótimos resultados, chegando facilmente a liderança (Veja notícia abaixo) e considerado um jornalistico de credibilidade. Nossa equipe estará em busca de mais detalhes e da confirmação oficial dessa notícia. Aguarde!




@AllissonMidia 

O jornal Jangadeiro, na última segunda (17), fechou na liderança isolada, na Grande Fortaleza. O jornalistico, cravou média de 14,6 pontos, contra 11,7 da TV Verdes Mares. Com esse resultado, o noticiário manteve quase três pontos cheios, de distância, entre ela e a afiliada da Globo.  O Jornal Jangadeiro concorre com o Vídeo Show, indo ao ar das 13h45 às 14h15.


@AllissonMidia

O locutor, apresentador de TV e humorista, Diego Duarte, se despede do Ceará, deixando mensagens para amigos, admiradores e ouvintes. Confira na íntegra, a  carta de despedida dele:


"Se alguém é meu fã, certamente é maluco, e eu amo os malucos!!! Huehueheuheuehe, sério, a todos que acompanharam meus trabalhos, como locutor, apresentador, roteirista ou desenhista, sei lá, MUITO OBRIGADO pelo carinho, pela risada, pela amizade. Eu amo o Ceará, e a saudade já é tão grande que eu já planejo voltar nas primeiras férias que puder! Aproveitem a vida, ela voa, na verdade, tudo isso é passado, não existe futuro, só o presente, sempre, é sempre o presente, então, o único momento que REALMENTE existe é o da nossa morte. Sendo assim, na hora da morte, se você levou uma vida cheia de alegrias, festas, sorrisos, amor e cumplicidade para com o próximo, o momento é de muita alegria e satisfação pela oportunidade de ter vivido! Ou seja, qualquer sentimento negativo, raiva, medo, rancor, inveja, pesar, ou algo que o valha, terá sido PERDA DE TEMPO PRECIOSO.  Então, viva bem, diga SEMPRE as pessoas que são importantes para você o quanto você as AMA, ajude quem puder, faça o bem sem ver a quem, sorria para alegrar, abrace se puder! Ande com o BEM ao seu lado, seja feliz, e aproveite com INTENSIDADE o ticket premiado da loteria mais RARA e DIFÍCIL do Universo, que é a VIDA. Você tirou a sorte GRANDE de nascer em um local de paz, em uma época de prosperidade, limpeza e ordem. Dê valor a isso, e seja muito feliz! "


Diego vai para Minas Gerais, onde mora seu pai, descansar em um hotel fazenda. De lá, irá encontrar amigos para as festas de fim de ano, no Rio de Janeiro e, em seguida, para Foz do Iguaçu, encontrar sua mãe. Após 3 meses de férias, Diego retoma a carreira em São Paulo, em 2012.


@AllissonMidia

"Depois de 17 anos no mesmo horário, a partir do dia 2 de janeiro, vou mudar para tarde. Das 16h às 19h". Dessa forma, Baleia comunicou para seus ouvintes, via Twitter, que vai mudar de horário no início do ano que vem. Baleia é, hoje, uma das maiores audiências e faturamentos do rádio local. Com essa mudança importante, ele deverá concorrer diretamente com Lobão, na F5 FM, por exemplo. Ainda disputará com Paloma Silveira, Mila Santos, Tony Nunes, Wagner Venturini, entre outros nomes fortes, dos finais de tarde do rádio local. Em breve, mais novidades.


@AllissonMidia

O garoto escânadalo da TV local, Edgel Joseph, completará 24 anos de vida em grande estilo. Edgel, dará uma festa no próximo dia 12, onde receberá amigos e convidados em uma famosa boate do Ceará. Lá, seus 24 aninhos de vida serão celebrados do jeito que o "host" da boate gosta. Para quem ainda não sabe, Edgel está também, na rádio A3 FM, todas as manhãs, ao lado de Camila Carla, noticiando o que acontece no mundo dos famosos e acontecimentos curiosos, planeta afora. Além disso, Egel comanda quadro no programa Sua Manhã, de Maísa Vasconcelos, na TV Diário, todas as manhãs, a partir das 9h30. Se você não é do Ceará, e deseja ouví-lo no rádio, ou vê-lo na TV, clique em um dos links abaixo e boa diversão.


TV Diário On line


A3 FM On line


@AllissonMidia

Está bem melhor. Não dá para negar. O Levanta Poeira deu uma subida em sua energia. Produz muito mais, com diversidade e força. Estar entre João Inácio Júnior e Ênio Carlos não é fácil. O efeito sanduíche existe e é difícil não comparar. Mas, depois de umas mudanças de bastidores, que fortaleceu a produção do programa de Karine Mitre, algumas coisas começam a mudar e o Levanta, ganha cara de programa dominical. Era hora, pois, o talento e desenvoltura de Karine, precisam de uma produção pesada, que lhe  dê assistência para valer suas qualidades. Isso, começa a acontecer!


Essa é a minha opinião: @AllissonMidia 

Alô cearenses, já podem se orgulhar. A participação de Amadeu Maya, no Programa do Gugu, mais especificamente na Escolinha, foi um sucesso. Uma energia boa e diferente, estava lá. Aquela coisa que só o humor cearense tem, que deu a quem assitia o programa, uma vontade a mais. Enfim, foi mais que positivo, foi exatamente o que deveria ser, para quem conhece o "time" do nosso humor. Algo que aquele humorístico está precisando, só para afinar a banda, só para a música ser tocada em sintonia total. Uma melhora aqui, uma melhora acolá. Quem sabe, a personagem de Amadeu Maya é exatamente esse ponto a mais que a escolinha precisa. Vamos torcer e acreditar, afinal, quem é cearense sabe apreciar um texto realmente divertido. E Amadeu tem!


Essa é a minha opinião: @AllissonMidia 

Estratégia que vale ouro: a TV Diário, entendendo a força das redes sociais e sua capacidade de espalhar informação, disponibiliza seu sinal para telespectadores de todo o Brasil em sua página, no Facebook. A novidade, permite que os usuários da rede, possam assistir ao canal de TV nordestino sem nenhuma restrição ou exigência. A TV Diário é a primeira emissora da região a liberar seu sinal on line no Facebook. No Brasil é a segunda, ficando atrás, apenas, da Rede Novo Tempo, canal religioso. 


Para acessar a TV Diário, clique aqui

@AllissonMidia


E o bom e velho blog da mídia está de volta. Agora, como "Campeões de Audiência”. Allisson Marques retorna ao seu antigo blog, com uma equipe, intitulada de "Equipe do Bem". Nossos infiltrados ganharão um novo nome, escolhido por vocês. Algo também "do bem", que indique parceria, amizade, etc. Nosso editor chefe, Allisson Marques, concedeu uma entrevista a Santiago Cavalcante, responsável por alimentar, por algum tempo, a página "Otaku News" e amigo pessoal, e falou sobre o retorno da "equipe do bem" e sua saída do Portal Cnews, após alguns meses. Confira:

Campeões de Audiência: O que lhe fez deixar o blog, inicialmente, e ir para o Portal Cnews?

Allisson Marques: O tamanho do Grupo Cidade, a possibilidade de estar em uma empresa de comunicação de grande porte e minha admiração por seus diretores.

C.A: Esse crescimento não veio?

A.M: Claro que sim. Aprendi demais com eles e meu nome, hoje, é bem mais conhecido, como blogueiro e colunista, graças a essa parceria.

C.A: Mas se arrepende de alguma forma, de ter ido para lá?

A.M: Não. Hoje, sou mais profissional.

C.A: E por qual motivo deixou o Estrelas do Ceará? Foi por medo e ameaças, mesmo?

A.M: Alguns famosos locais não lidam bem com críticas. Para mim, o mais certo era, então, não criticar, para não ser atacado. Quem cresceu em um lar harmonioso, sem gritos, ameaças ou xingamentos, dificilmente lida bem com pessoas bem estressadas. Ameaças mesmo, não vieram, mas coisas parecidas.

C.A: Pode citar nomes?

A.M: Não. Prefiro apagar o que passou.

C.A: Mas essas pessoas que teriam, de certa forma, lhe atacado, ainda mantêm contato com você?

A.M: Não, nenhuma delas.

C.A: E como era sua relação com os diretores do canal?

A.M: Ótima. Mal nos falávamos, quase nunca nos víamos, devido a correria do dia à dia, mas, se preciso, era uma relação boa e respeitosa.

C.A: Do que mais sente falta do Cnews?

A.M: Dos colegas do portal, quando nos encontrávamos, para algo, reunião, era muito bom. Diego Duarte, Lia Alcoforado, Mirella, Juliana, Beto Almeida, Savéh, entre outros.

C.A: Voltaria ao Portal?

A.M: Não, fiz o que tinha de ser feito lá. Claro, que ao Grupo Cidade voltaria, assim como retornaria a Jangadeiro FM, onde passei rapidamente anos atrás e para as produtoras de eventos que já trabalhei. Não descarto nada em minha vida. Sou muito grato por todos os projetos que deram certo em minha carreira.

C.A: Qual seu mais atual projeto?

A.M: Estou em parceria com uma emissora de rádio, bem como criação de formatos para a TV, ainda sem uma emissora fixa. Ainda cuido de perfis nas redes sociais de várias empresas.


C.A: E agora, como será o Campeões de Audiência? Pretende seguir a linha do Estrelas do Ceará, concorrer com eles?

A.M: Não. No "Mídia do Ceará", vamos fofocar, de forma leve e bem humorada. Mostrar bastidores, como são feitos programas de TV e rádio e retornar ao formato anterior, de valorizar as estrelas. Aquele estilo que deu certo, desde fevereiro de 2009. Mas o foco,a gora, é mídia nacional.

C.A: Quer deixar algum recado para os colegas do Cnews e os leitores do novo "Estrelas"?

A.M: Sim. Gostaria de agradecer à família Cidade e tudo que aprendi por lá. Quero convidar nossas estrelas para voltar ao clima de antes, com matérias agradáveis, mostrando a vida, o dia à dia e a evolução profissional de cada um. Valorizar o que há de melhor em vocês, é minha meta. E vamos que vamos!


Por Santiago Cavalcante


E o domingo foi dele. O programa de TV que mais surpreendeu em resultados, no último domingo (23), foi o "Programa Silvio Santos", comandado pelo dono da casa. A atração não levou ao ar nada de diferente de suas atrações normais. Mas em um dia em que as pessoas procuram algo mais descontraído, como o domingo, ele se encaixa perfeitamente. Silvio, chegou a 17 pontos de audiência, abrindo vantagem de até 5 pontos contra a Rede Globo, durante o horário do Hipertensão. Isso mostra a força do "homem do baú". Anos atrás, o animador era líder isolado, até que a emissora carioca estreou o Sai de Baixo, lembram. Mas ele nunca perdeu a liderança. De uma maneira ou de outra, Silvio sempre volta ao topo. É como se seus admiradores, mais cedo ou mais tarde, o reencontrasse. Anos depois, o "Qual é a Música" esmagou o "Planeta Xuxa", nas tardes brasileiras. E, agora, Silvio tem, constantemente, deixado a Record e seu "Domingo Espetacular" para trás e mostrado pra meles quem manda! Então, todos cantam: "Silvio Santos vem aí, olê, olê, olá!!!"

Quem conhece e já assistiu o canal do grupo Globo, Viva, sabe bem que, nos últimos anos, nada de mais interessante nasceu em termos de TV por assinatura. A ideia foi genial e não poderia vir a encaixar melhor na época de hoje. Época do saudosismo. Atualmente, todos falam de coisas do passado, de como programas antigos eram bem mais produzidos e reclamam dos de hoje. Séries, novelas, programas de humor, tudo, mais tudo mesmo, parece que era melhor que qualquer coisa que vá ao ar, hoje. Mas faz parte. Faz parte do jeito brasileiro de ser. 


De olho nisso, a Globo não perdeu tempo e resgatou de seus arquivos esses, que de acordo com o público, são os melhores programas de todos os tempos, já exibidos pela emissora. De fato. Quem não lembra do "Sai de Baixo"? Quem não lembra das primeiras edições do "Casseta e Planeta Urgente"? E do impagável "TV Pirata"? Sem falar na "Escolinha do Professor Raimundo", "Chico Total", "Som Brasil", "Vamp", "O Rei do Gado", "Malhação" e muito mais, que se formos pontuar aqui, não vamos mais parar. 



Mas seu momento de maior louvor, veio, claro, com novelas. Ao reprisar "Vale Tudo", de Agnaldo Silva, Leonor Basseres e Gilberto Braga, parte do Brasil parou novamente, para descobrir quem havia matado Odete Roittmam, na interpretação impagável de Beatriz Segall. Uma ricaça, sem escrúpulos algum, que não perdia tempo, quando o assunto era defender seus próprios interesses. Do outro lado, Regina Duarte e a heroína da trama, a Raquel, adorada por toda uma nação e até em outros países. Ainda posso acrescentar a maquiavélica Maria de Fátima, da brilhante Glória Pires? Quando, uma pessoa jovem que não viveu em meados de 1988, poderia rever essa trama, com imagem não mais agradável, para uma reprise em "Vale a Pena Ver de Novo", da Rede Globo. Então, o melhor a fazer, é ter um canal que seja o próprio "Vale a Pena Ver de Novo", sem preocupação com qualidade de imagem. 


Para completar, a programação do Viva é bem afinada, contemporânea, sem ironia. Bastante perspicaz que, no caso de ser exibida em TV aberta, daria trabalho as demais emissoras do segmento. Viva ao canal Viva!

Atualmente, a Rede Globo passa por uma ótima fase com suas telenovelas. As 4 tramas que estão no ar, tem uma boa aceitação do público. Tem um texto rico e bem envolvente. Tem elenco e direção afinados. Hoje, Lícia Manzo, Miguel Falabella e Agnaldo Silva, tem tudo para acertar. Incluo nessa turma, Mulheres de Areia, que mesmo não sendo uma novela atual, se adequa perfeitamente as exigências dos telespectadores de 2011. As possibilidades dessas novelas continuarem a crescer e atingirem índices de audiência acima das anteriores é grande. Alguma artimanha da concorrência, é que pode vir a frustrar a Globo, nesse sentido, o que duvido muito. 


Brasileiro é noveleiro. Isso é fato e a Globo é quem sai ganhando, devido a falta de atitude coerente e ousada do SBT, Record, Band e Rede TV! Até a TV Cultura, no passado, já produziu novelas, sendo educativas, claro, baseadas em livros e contos. A extinta TV Manchete, que entendeu essa vontade dos brasileiros de ver novela, entrou na dança da Globo e abocanhou fatias bem rechonchudas desse bolo. Lembram de Pantanal? A novela de Benedito Rui Barbosa fez a emissora da família Marinho se ajoelhar. SBT teve seu período de glória na dramaturgia, sobretudo com tramas mexicanos. Já a Record, perdeu um pouco a linha, mas continua lutando para pegar um pouco desse público. 


Entender o brasileiro, é o que a Globo faz. O efeito sanduíche é extremamente inteligente e faz o canal carioca, uma das emissoras mais assistidas, entrando para o top 3 mundial. A estratégia que chamo de efeito sanduíche, é a exibição de novela das seis, seguido de jornal local e mais uma novela, a das sete. E, também, a exibição da novela das sete, seguido do jornalístico principal da casa e mais uma novela, agora, a das nove. Ponto para a Globo e coerência, que leva ao hábito, indispensável para a TV, nos dias de hoje. 


Essa é a minha opinião: @AllissonMidia

No ar, o "Fora do Ar". Um programa, que foi exibido no fim das noites de quarta e que teve apresentação de Adriane Galisteu, Cacá Rosset, Hebe e Jorge Kajurú. Na pauta, temas da semana, como política, casos policiais de comoção nacional, economia, mundo dos famosos, moda, cultura, esporte, entretenimento e prestação de serviço. Durante uma hora, os apresentadores davam sua opinião sobre os temas e, da forma mais espontânea possível, davam idéias de como resolver os casos em questão. Risos, momentos de seriedade e a construção do debate aberto e democrático sobre um país melhor. Isso era o "Fora do Ar", que causou, no SBT. Olha, posso falar? Uma delícia de programa! Cada telespectador se identificava, especialmente, com um dos apresentadores. Com seu ponto de vista, coerência ao comentar os fatos semanais, sua postura, diante de algum acontecimento marcante. O cenário era escuro, mas bem marcante. As vinhetas e logomarca estavam perfeitamente encaixadas no contexto. O programa era o que existia de melhor, para debater, questionar e ajudar as pessoas a criarem suas próprias opiniões, a partir do momento que elas eram postas para pensar, diante da fala de seu apresentador favorito. Pena que, como várias atrações qualificadas, a atração foi tirada doa r e nunca mais voltou. Lamentável


Essa é a minha opinião: @AllissonMidia
Sai Walcyr Carrasco, seus dinossauros, robôs e loucuras bem humoradas de sempre. Entra Falabella, com sua Grazi, Ricardo Pereira, Raoni Carneiro,  e o cotidiano de bairros tradicionais de São Paulo. "Aquele Beijo" entra no ar hoje e vai começar a contar histórias de vida, que são o estilo de Miguel Falabella de contar histórias. "Negócio da China", tirando alguns exageros infanto-juvenis, estava na medida certa da dona de casa, do trabalhador. O enredo é sempre a família e seus conflitos. Quer seja engraçados, emocionantes. Mas ele usa e abusa do bairro em que a trama se passa, com bares, padarias, açougues e até fábricas. Mulheres, fofocas, risos, trambiques e gente que quer se dar bem. Ah, não poderia esquecer dos romances de tirar o fôlego e aquele maxicanização nas paixões mais envolventes da TV. E mais, luz, sol e claridade. Suas novelas se passam muito em ruas do tal bairro em questão, por isso é difícil ver aquelas casas mal iluminadas e excesso de cenários escuros, como nas outras tramas. Sim, é assim que defino os textos dele, mas que nem sempre dão tão certo quanto os amantes de novelas gostariam. 

"A Lua Me Disse" e "Negócio da China", por exemplo, não obtiveram bons resultados, mas agora, a Globo espera mais. Depois de dois furacões, como Tititi e Morde e Assopra, a possibilidade é de manter o público, que estaria bem mais acostumado a ficar em frente a "vênus platinada", nessa faixa horária. Veremos se "Aquele Beijo" deixará uma marquinha de batom, como sugere sua logomarca. 

Pode parecer um título exagerado, mas é bem assim que muitos profissionais de TV entendem a guerra de audiência do último domingo (16), no Brasil. De repente, o SBT virou a grande surpresa do dia, chegou a liderança facilmente e fechou no segundo lugar geral, passando a Record, Isso mesmo, caros leitores, passando a Record e ficando na média/dia coma  vice-liderança. No sábado, o SBT já havia sido vice, mas os resultados desse domingo surpreenderam. Quase todos os programas fecharam com recorde anual. O Domingo Legal, em meio a incerteza se Celso Portiolli fica ou não, em novembro, com o fim de seu contrato, ma emissora, fechou com 10 pontos de audiência e diversos momentos a frente da Globo. Mas o orgulho de Silvio Santos, sem dúvida, foi a incrível audiência da loira Eliana. Em seu segundo programa após a licença maternidade, Eliana chegou a picos de 17 pontos. Não só isso, segurou bravamente, esses resultados, durante muito tempo, inclusive, por boa parte do futebol. Isso sim, me parece ser uma proeza de grandes estrelas da TV. Coisas que há tempos nãos e via na caixinha de pandora nacional. Em certos momentos, Eliana chegava a abrir uma vantagem assustadora de13 pontos, marcando 17, contra apenas 4 pontos da Record. Foi líder, facilmente, em inúmeros momentos, mas, apresentou, principalmente, uma aproximação inédita da Globo. E pasmem, não foi apresentada nenhuma atração especial, ou comemoração extra no programa da loira. Leonor Corrêia deve estar aos pulos. Afinal, após sua saída da direção de "O Melhor do Brasil", esse é um dos seus maiores momentos, a frente da atração de Eliana. Mas, vale a pena lembrar que o Programa do Gugu, aos poucos, cresceu e recuperou a vice-liderança isolada, até o final da atração. 


Além de Celso e Eliana, Silvio Santos apresentou seus tradicionais quadros e fez muito bonito. Seu programam também chegou a diversos momentos de liderança, não só isso, mas o mais importante, contra o Fantástico, fez um trabalho de Golias e manteve-se numa posição extremamente confortável. 


Já Marília Gabriela, com a presença da quase rival, Sabrina Sato, não fosse pelos poucos minutos que as separam no ar, deixou o SBT, um pouquinho mais feliz, só para fechar o dia com chave de ouro. Registrou uma das melhores audiências do ano, com a entrevistas com a ex-BBB, garantindo assim a redimição de Gabi, dos fracassos das quartas. Assim como toda a grade do SBT, De Frente com Gabi foi facilmente beneficiada com os jogos do Pan 2011 da Record, que teve um dia de ótimos resultados, mas na verdade, acaba dilacerando o público acostumado com atrações da linha de shows da emissora dos bispos, que passeia mais por outros canais e procurando produtos idênticos ou de uma mesma linguagem a que estão adaptados. Por isso que dizem sempre: TV é costuma, é hábito.


Essa é a minha opinião: @AllissonMidia

A trama de Walcyr Cararsco, "Morde e Assopra", termina com audiência comum. Os mesmo índices registrados durante a exibição da trama. Mas, sucesso grande, sem dúvida. Mesmo com dinossauros e robôs, totalmente sem sentido e muito fora do normal, Walcyr mostrou que é um ótimo autor, espantou o fantasma de "Sete Pecados" que não foi nada bem e conquistou o público de Tititi. Uma trama quase infantil que levou a família a assistir as desventuras de Júlia e torcer por ela. A grande interpretação, na parte mais adulta e madura da novela, de Kássia Kiss. Enfim, deu certo, dentro do que a Globo quer, Acima dos 30 pontos e deixando as concorrentes bem abaixo. Está na hora da Record reagir. Está na hora do SBT reagir. Não pode, por exemplo, em certo momento a Globo chegar a picos de 40 pontos, contra 3 da Record e SBT. Pode? Claro que não, isso é uma falha de administração, de direção que traz de volta o monopólio global, que essas emissoras tanto lutam contra.


Palhaçadas do último capítulo a parte, agora é a vez de Walcyr se dedicar a Gabriela, que ganha um remake em 2012, no mesmo horário de "O Astro", e Miguel Falabella se preocupar com "Aquele Beijo", que tem pela frente duas semanas de disputa com os jogos Pan-Americanos. E hora da Globo se preocupar em vender a trama de Carrasco pra exterior.


Bem, como disse, certa vez, um especialista em telenovelas. Quando a trama pega, tudo pode ser feito que o público aceita, como for. Fato!


O último capítulo de Morde e Assopra, fechou com média de 36 pontos e picos de 40. SBT e Record empataram com 4 pontos, cada.


Essa é a minha opinião: @AllissonMidia

A exibição do Repórter Record especial / Pan 2011, na Record, com Marcelo Rezende, ontem (13), decepcionou. Os índices foram baixos demais. Isso pode se tornar assustador para a emissora, que começa a levantar a possibilidade de o Pan não ir tão bem quanto se espera. Ao término da novela Vidas em Jogo, o Repórter Record recebeu com média de 11 pontos, na vice-liderança isolada. O jornalístico, que só por ser um programa informativo semanal de credibilidade, deveria ir bem, despencou e deixou a Record na quarta posição. Isso mesmo, na quarta, perdendo para o Agora é Tarde da Band. 


Esse resultado, que chegou a 4 pontos, apenas, é, de fato, preocupante. Algo que deixa todos de cabelo em pé, pois só aumentam as expectativas para os índices de audiência que os Jogos Pan-americanos devem atingir. Chegou a hora de vê, perceber e sentir. A hora é agora. Acompanharemos tudo e mostraremos aqui! 


Essa é minha opinião: @AllissonMidia

Ela está voltando para mexer com a normalidade da TV a tarde. Mari Mar, mais uma produção da Televisa, com Thalia como protagonista, foi um sucesso nas diversas vezes em que foi exibida no Brasil. Mesmo assim, o SBT decidiu reprisar a novela, acreditando piamente no sucesso. E vai ser sucesso, sim, sem dúvida! 


Primeiro: Mari Mar substituirá "Uma Rosa Com Amor" que, mesmo não sendo considerada um sucesso, sempre atinge a vice-liderança com índices interessantes. A possibilidade de marcar uma pontuação superior é grande, mas, até então, qualquer novela que fosse exibida nesse horário, teria essa chance.


Segundo: é um clássico internacional, com ingredientes fortes, típicos de dramalhões envolventes e surpreendentes. Tem texto popular, atores populares e enredo que pode viciar. 


Terceiro: a divulgação que o SBT vem fazendo é boa. Uma das poucas vezes em que a emissora de Silvio Santos capricha em suas chamadas e frequência de anúncios em sua grade. Isso ajuda muito, para a diferença na média final da atração. Uma chamada a mais ou a menos, pode interferir no fechamento dos resultados. 


Quarto: mesmo tendo os Jogos Pan-Americanos como concorrentes, o evento esportivo não passará de 16 dias e, logo depois, a Record deverá voltar com o Tudo a Ver. O jornalistico da emissora dos bispos tem um formato desgastado, de reapresentações exaustivas, o que aparece como ponto positivo para a trama mexicana. 


Por esses quatro pontos, as possibilidades de Mari Mar repetir o sucesso de antes, é real. Segunda, então, às 16h, o SBT dá seu primeiro passo para tentar, aumentar ainda mais sua média/dia de audiência com um produto bastante forte. É esperar para ver!


Essa é a minha opinião: @AllissonMidia


Para mim, não há mais o que falar. "A Fazenda 4" não terminou bem. Logo se vê o recorde negativo de audiência, em seu último episódio. O reality rural terminou com 15 pontos de média e picos de 19. Perdeu durante todo o período em que concorreu com o jogo de futebol da Globo e só venceu "O Astro". Para a final de um grande reality que premia a vencedora com R$ 2 milhões, isso não é nada bom. O discurso de que a atração foi um grande sucesso, feito por Britto Júnior, no "Fala Que Eu Te Escuto", logo a pós a final do programa, não faz sentido, tendo em vista que algumas vezes, os programas das concorrentes levaram a Record a beirar a terceira posição, como nos sábados e domingos. Portanto, vale analisar se a Record sabe mesmo fazer reality show. Qual o motivo da Globo já ir para a 12ª edição do Big Brother Brasil, ainda com fôlego, mesmo que menos que das primeiras edições e a Record está patinando ainda na 4ª edição do seu? 


No mais, a vitória de Joana Prado foi interessante, pois ela dava vida ao jogo. Pelo menos, alguém que se posicionava e causou bastante, levou a melhor, mostrando que esse tipo de personalidade deve ser mais valorizado para esse tipo de programa e não, pessoas que nada tem a apresentar numa atração popular como essa. 


Essa é a minha opinião: @AllissonMidia

E está chegando a hora do feriadão, na Record, SBT e Globo. As três vão, finalmente, brigar pelo público que estará em casa, excepcionalmente neste dia. Assim como em outros países, emissoras decidem parar tudo para exibir filmes e especiais para atingir outros telespectadores, diferente dos de costume. A Globo, como sempre, não arrisca muito e traz seus especiais no período da Sessão da Tarde, apenas. Um filme da Turma da Mônica e o show de Justin Bieber no Brasil. Mas, SBT e Record, programaram uma tarde inteira, seguido da noite, de filmes de grande sucesso entre as famílias, sobretudo, entre o público infantil. 


A exibição de especiais em pleno feriado, deixando de lado atrações comuns naqueles dias e horários, é uma estratégia importante. No dia de feriado, muitas pessoas que estão em casa não estarão no dia seguinte. Portanto, ver programas que são exibidos diariamente e tem uma continuidade, às vezes, chega a ser desnecessário. Como forma de cativar esses telespectadores, a programação entra como uma espécia de bônus para quem quer descansar e ver um bom filme com familiares. Dessa forma, a emissora ganha carisma do público.


Se você que saber mais sobre a programação do feridão da Globo, SBT e Record, clique em nossa página de fofoca das estrelas e veja a grade completa.


@AllissonMidia
Sem a "Casa da Ana Hickmamm", o Tudo é Possível foi bem, mas viu dificuldade em alguns horários. O programa segurou o pique e Vildomar Batista, que é experiente demais, conseguiu driblar até o retorno de Eliana ao palco do SBT. O último "Arquibancada do Humo" não rendeu pro Domingo Legal e a disputa, que acaba sendo entre Vildomar Batista e Magrão, diretores, foi positiva, mais uma vez, pro diretor da atração da Record.


Eliana retornou em grande estilo, com direito a diversos momentos de liderança e dando aquele trabalho a Gugu, que graças aos quadros assistencialistas, foi bem e afastou a possibilidade de fechar na terceira posição. A loira dos dedinhos, que agora é mãe, mostrou esse seu lado e fez a Globo tremer. Por momentos, Faustão chegou ao terceiro lugar que, com Michel Teló, deixou o programa em apuros. Como falei, Gugu segurou bem a audiência e não despencou, levando Fausto Silva a ficar com péssimos resultados. É isso que deve acontecer, o programa deve estar forte e pronto para que, a qualquer momento, mesmo que a concorrência esteja bem munida, seu público permaneça firme. Ponto para Homero Salles.


Faustão recupera seu público com dificuldades, pois o bom e velho quadro de realizações de sonhos de Gugu, ainda dá muito certo e o faz passar perto da emissora carioca, sem dificuldades. Eliana, que sai do ar mais cedo, deixou o caminho livre para os dois. Com o embalo do Programa do Gugu e seu "Sonhar Mais Um Sonho", o Domingo Espetacular segurou os índices até seu primeiro intervalo comercial, que já vem tarde. O rei da TV, Silvio Santos, segurou o seu público, como de costume e manteve momentos de ótimos resultados e outros nem tanto. Na média final, fechou colado na Record,  mas sentiu a força do Pânico na TV que se mantém com bons resultados


No resumo geral, não aconteceram grandes mudanças, onde Globo liderou, Record manteve a vice, seguida do SBT, Band e Rede TV.


@AllissonMidia
Vamos analisar, agora, os resultados da TV no domingo 09/10:


No confronto da manhã, Pica Pau se mostra uma arma infalível e chega a diversos momentos de liderança, batendo de frente com o Esporte Espetacular. Isso mostra como a Record  se sente, ao acontecer o mesmo nas manhãs de sábado, quando seu Esporte Fantástico perde para desenhos do SBT e Globo. Mas é bem óbvio que, pela manhã, a TV é das crianças.


Celso Portiolli não consegue recuperar os resultados do SBT, ao entrar no ar. Logo no início de sua atração, na disputa direta com o desenho da Record, seus índices dicam abaixo do esperado. Mesmo utilizando crianças no palco, para dançar e cantar, o público infantil não usou o controle para alegria da Record.


O que mais surpreende foi o crescimento de "As Aventuras do Didí", que deixaram a Globo na liderança isolada, com dois dígitos, diferente das semanas anteriores. A reapresentação de alguns momentos de Renato Aragão, na época de "Os Trapalhões" está rendendo e, por mais que seja estranho, as crianças de hoje estão buscando rever essas cenas. E para completar, "Os Caras de Pau" fecham a disputa pelo público infantil com ótimos resultados, alavancando o desenho exibido em "Temperatura Máxima", fazendo assim a Globo líder entre as crianças por toda sua programação dedicada a elas. Ana Hickmamm e Celso Portiolli até tentaram, mas, não deu.


@AllissonMidia

A possível saída de Rafinha do CQC em definitivo vai acontecer. Não só do CQC, mas da Band. Ele pediu demissão e, após o feriadão, tudo será decidido. Mas, nem tudo são flores. Se tem gente comemorando, tem gente que vai ficar triste. Rafinha também está em "A Liga", jornalístico semanal, sucesso de audiência e sucesso comercial. Isso, sem falar nos merchandising do próprio humoristico comandado por Marcelo Tas.


E Rafinha deve estar meio sem noção, pois, além de se enrolar todo na briga com a família Camargo e agora, Wanessa e Marco Buaiz anunciam processo contra ele, ele ainda anda falando palavrões e usando termos pejorativos contra jornalistas que o procuram para entrevistas. Parece que resolveu bater de frente com o mundo e com a imprensa brasileira. E agora, Rafa? Vai pra Argentina, tentar emplacar algo na produtora original do CQC? Vai pro Pânico na TV? Quem quer Rafinha Bastos na sua programação, levanta a mão. É esperar para ver!!! E crer!


@AllissonMidia

Regina Volpato me deixa de queixo caído. Vendo o "Manhã Maior", da Rede TV, percebo algo. A mulher é o que há! Em uma entrevista, pauta informativa e prestação de serviço, Regina faz o papel do telespectador. Exatamente, nossas dúvidas, estão lá, sem esforço. Claro, sem falar na postura, beleza, qualidade vocal, etc. Regina entra e sai de qualquer ambiente com classe, sem brigas, sem barracos e deixando amigos e boas relações. Mais parece um ser criado no laboratório, com perfeição para a televisão. Ah, saudades do tempo em que ela comandava o "Casos de Família", que fugia do formato de tele-barracos e se aproximava de uma atração de ajuda e apoio moral e emocional. Nossa nota 10 + para a apresentadora do "Manhã Maior" Regina Volpato, da Rede TV.


@AllissonMidia

Silvio Santos 2? Tá, não é para tanto, mas, que ele é bom, é! Nos últimos dias, Marcelo Carvalho tem se saído bem melhor, no comando do Mega Senha, da Rede TV! A sensação é que, ao dividir o palco com Luciana Gimenez, ele ficava um pouco retraído. Após a saída da esposa da atração, Carvalho simplesmente se tornou uma boa surpresa para quem vê a emissora, nas noites de sábado. Descontraído, leve e muito perspicaz, sua apresentação lembra, eu disse lembra, Silvio Santos, em seus famosos games shows do SBT. Muito bom para quem vê, que na noite de sábado quer algo bem humorado e, muito bom para quem anuncia, já que tem seu produto ligado diretamente a um programa dinâmico e divertido. Nem parece um iniciante, nem parece um dono de TV. Nossos parabéns, ao ótimo trabalho de Marcelo Carvalho, no Mega Senha da Rede TV!


@AllissonMidia

Para ter fôlego, para uma segunda temporada, a Record vai ter que fazer mais, em "A Fazenda". Não dá para ser apenas mais um reality da TV, já conhecido pelo povo, com final previsível. Tem que ir além. Se não quiser perder tantos anunciantes, quiser ultrapassar esses resultados de audiência hoje conquistados e, realmente, atrapalhar a boa vida que a Globo leva, está na hora de repensar uma série de coisas, não é, Record?


Primeiro, o apresentador: Britto Júnior, sem dúvida, é um bom apresentador. Mas isso não basta mais. Para um reality, em horário nobre, pesado e dinâmico, como deveria ser "A Fazenda", o apresentador está muito abaixo do que pede esse programa. Algo maior, mais vivo, necessitava estar alí. Quem sabe até revelar um novo nome. Alguém das afiliadas, alguém novo. Ou até pratas da casa, que pudessem agregar e não subtrair, como infelizmente, Britto tem feito. São tantos nomes: Gugu, Rodrigo Faro, Geraldo Luís, Celso Cavallini, Juan Alba, Tom Cavalcante, entre outros que tem tanto potencial, quanto Britto Júnior, ou até um pouco mais. 


Não só isso, mas também, o reality necessita, urgentemente, de uma mudança drástica na sua equipe. Direção, produtores, editores. Comparando ao Big Brother, a Globo sabe manter o telespectador em frente a TV, com textos bem elaborados, divisão de temas, animações gráficas, organização de idéias bem definidas, de uma maneira que leva a quem está vendo o programa a não sentir o tempo passar e a casa de confinamento ficar mais vazia. Mostrar simplesmente o dia à dia, como na fazenda, não encanta. É necessário que a equipe de edição dê o tom da brincadeira e dite as regras do jogo. 


Para encerrar, analisemos os índices de audiência dessa temporada. Ela está indo mal, apesar de alavancar programas como o "Hoje Em Dia" e "Tudo a Ver", mas, no horário inédito de exibição, não rende resultados satisfatórios. Chegar a momentos de terceiro lugar de audiência é inadmissível, para quem se propõe a ser líder. Que a 5ª temporada, em 2012, venha com renovações reais e perceptíveis.


@AllissonMidia


Senhoras e senhores, alguém aí percebeu a evolução fantástica do "Fantástico" da Rede Globo? É redundância, eu sei, mas se tem alguma palavra que pode ser usada, é essa. É incrível, que via o Fantástico em 2009, por exemplo, e agora, está podendo assistir de camarote a surpreendente melhora da atração. Todos os recursos possíveis estão sendo utilizados. A agilidade e dinamismo do programa assustam. Algo lindo de se ver e encantador. Diante disso, podemos chegar a conclusão de que o programa soube entender os sinais do público, de cansaço e desgaste e aprendeu a lição. Nosso parabéns a essa turma boa que agora, sabe fazer TV.


@AllissonMidia


A pergunta que deixo para vocês refletirem aqui, é se,d e repente, o SBT Brasil, jornal do horário nobre do SBT, erra em ser leve demais. Essa semana, a emissora de Silvio Santos mostrou preocupação com os péssimos números do telejornal que, não dificilmente, chega a quinta posição na audiência, perdendo até para a Rede TV. Na média diária, normalmente, o SBT Brasil, perde para a Globo, Record, Band e fecha na quarta posição. Sob o comando da belíssima Raquel Sherazade e Jozeval Peixoto, o informativo é suave, divertido, inteligente e descontraído. Mais lembra uma revista eletrônica. Recordam-se do Tudo a Ver, da Record, ainda na época de Paulo Henrique Amorim, nos finais de tarde? Aquele jornalístico que revelou Ana Hickmamm, Edu Guedes, entre outros, com direito a moda, cultura, celebridades e outros temas mais digestivos? Pois bem, esse jornal do SBT segue bem essa linha e, Silvio Santos, não vê problema nisso. Até colocar Carlos Nascimento nas madrugadas para abrir espaço para o tal novo formato, ele fez. E olhe que Nascimento recebe um dos maiores salários da emissora. E Joseval? Foi chamado pelo próprio Silvio que, ouvindo a Rádio Jovem Pan AM de São Paulo, ligou imediatamente para ele e disse que o jornalista se encaixava perfeitamente em seu projeto.

Para encerrar, posso afirmar que a estratégia do SBT é falha, ao colocar duas atrações de entretenimento, uma antes e outra depois do jornal, isolando assim o público do informativo. Ter Chaves antecedendo e a linha de shows das 20h15, sucedendo, é um tiro no pé, já que Band e Record, antes de seus jornalísticos, já convocam o público adulto com programas policias. Seria a hora de voltar com o Boletim de Ocorrências, pelo menos na faixa local, que as afiliadas exibem seus jornais locais? Tá na hora de repensar as estratégias, não é, SBT?

Por Allisson Marques - Twitter: @AllissonMidia


Vocês já perceberam as semelhanças entre o texto de Lícia Manzo e Manoel Carlos? A proposta da Globo seria exatamente essa? Seria ela, uma substituta da linha de raciocínio de Manoel Carlos? A novela "A Vida da Gente" de Lícia Manzo é forte, muito forte. Os "financeiramente felizes" desfrutando de suas riquezas, em passeios, programações familiares, texto inigualável, soltinho feito arroz parboilizado, com toques de elite, mas sem prepotência. O cotidiano de pessoas de hospitais, quadras de tênis, pet shop, academias, lojas de shoppings. Os problemas familiares e emocionais, sempre acompanhado de um melhor amigo ou amiga, muito bem vestido, com uso correto do português. Não dá, gente. Não dá para negar a semelhança. A começar pelo nome, que parece ter sido escolhido, já para passar essa intenção. Lembra muito, por exemplo, "Viver a Vida", "Páginas da Vida", "Mulheres Apaixonadas", "Laços de Família" "Por Amor" e "História de Amoe", essa última que, inclusive, assim como Lícia Manzo, fez Manoel Carlos consagrar o horário das seis e o "promovou para o horário nobre. Eu, particularmente, acredito nessa possível "promoção" a Lícia. Ah, outra semelhança é a direção da trama. Jayme Monjardim. E aí, falta dizer algo a mais? Está mais que exposta a intenção da Globo de ter essa ligação clara, entre os amantes de Manoel Carlos, por seu excelente texto e a exploração do cotidiano das classes mais altas, em suas novelas, e o texto de Lícia Manzo. Dessa forma, vemos que as outras emissoras, precisam aprender muito a fazer novela. Isso é fato!

Por Allisson Marques - Twitter: @AllissonMidia