A Vida da Gente

sexta-feira, 7 de outubro de 2011 | Postado por: Campeões de Audiência | 0 comentários



Vocês já perceberam as semelhanças entre o texto de Lícia Manzo e Manoel Carlos? A proposta da Globo seria exatamente essa? Seria ela, uma substituta da linha de raciocínio de Manoel Carlos? A novela "A Vida da Gente" de Lícia Manzo é forte, muito forte. Os "financeiramente felizes" desfrutando de suas riquezas, em passeios, programações familiares, texto inigualável, soltinho feito arroz parboilizado, com toques de elite, mas sem prepotência. O cotidiano de pessoas de hospitais, quadras de tênis, pet shop, academias, lojas de shoppings. Os problemas familiares e emocionais, sempre acompanhado de um melhor amigo ou amiga, muito bem vestido, com uso correto do português. Não dá, gente. Não dá para negar a semelhança. A começar pelo nome, que parece ter sido escolhido, já para passar essa intenção. Lembra muito, por exemplo, "Viver a Vida", "Páginas da Vida", "Mulheres Apaixonadas", "Laços de Família" "Por Amor" e "História de Amoe", essa última que, inclusive, assim como Lícia Manzo, fez Manoel Carlos consagrar o horário das seis e o "promovou para o horário nobre. Eu, particularmente, acredito nessa possível "promoção" a Lícia. Ah, outra semelhança é a direção da trama. Jayme Monjardim. E aí, falta dizer algo a mais? Está mais que exposta a intenção da Globo de ter essa ligação clara, entre os amantes de Manoel Carlos, por seu excelente texto e a exploração do cotidiano das classes mais altas, em suas novelas, e o texto de Lícia Manzo. Dessa forma, vemos que as outras emissoras, precisam aprender muito a fazer novela. Isso é fato!

Por Allisson Marques - Twitter: @AllissonMidia

categoria:

0 comentários